Crônica da vitória anunciada

Crônica da vitória anunciada

  • Post Author:
  • Post Category:BLOG / CRÔNICA
Era gente de todo canto. Pra todo lado que a gente olhava tinha gente… Saindo na porta, pela janela, nas calçadas, no canteiro das ruas… Como diria o poeta, um mar de gente! E, olha só, lá de cima, Deus botou a mão e não choveu. Até fez um clima ameno, propício pras famílias saírem na rua, despreocupadas. Ah, mas a gente tinha uma preocupação, sim. Como reunir tanta gente na rua sem aglomerar? Aí, lembramos que entre nós havia uma dama (a dama do agronegócio), representando o pensamento do time do Bolsonaro:
Mesmo na pandemia, não podemos ficar em casa, o produtor não ficou em casa, saiu para o trabalho e a gente não deixou faltar comida nas prateleiras, na mesa do brasileiro, e ainda alimentamos mais de 1 bilhão e 300 milhões de pessoas mundo afora. (discurso da ministra Tereza Cristina, no Sindicato Rural de Dourados).
Pois é, ela estava entre nós. Aproveitou que era feriado em Brasília, deu as ordens pro pessoal do Mapa (o poderoso Ministério da Agricultura e Pecuária que conduz com mão firme, de fazer inveja até para o tal do Trump, lá nos States) e veio sacramentar o que a gente já sabia: a vitória do Barbosinha! Era carro em todas as ruas. Adesivados ou não, na fila ou não, mas todo mundo queria dizer: Agora é 25! Pra dizer a verdade, fazia muito tempo que a gente não via tanto carro reunido em torno de um só alvo. Cá pra nós, a nova pesquisa, que saiu logo cedo, mostrando que “o homi disparou”, deu uma mão grande. Então, pra resumir: “Agora é Barbosinha, competente ele é!”